COVID-19 - Prática de Remo em barcos colectivos

Documentos:

Guia de Medidas Preventivas COVID-19


Guia para a prática de Remo em Barcos Colectivos

COVID-19 - Prática de Remo em barcos colectivos

Caros Associados,

No seguimento de todas as diligências tomadas desde o início deste mês no sentido de confirmar a possibilidade do regresso ao treino e à competição nacional de remo em barcos coletivos, a Federação Portuguesa de Remo (FPR) informa que obteve hoje uma resposta positiva do Gabinete do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto. Na comunicação recebida é, com efeito, reconhecido o alinhamento da FPR com a posição da Direção Geral de Saúde (DGS) sobre este assunto, no enquadramento legal oferecido pelo ponto iii. da Orientação Nº 030/2020 (pp. 4-5):
 
“iii. Podem existir situações que decorram da organização de competições de modalidades desportivas individuais sem contacto, bem como treinos de preparação para as mesmas que, face às caraterísticas específicas da modalidade, poderão requerer um distanciamento físico inferior a três metros. Nestes casos o distanciamento deverá ser sempre maximizado e o período de maior proximidade entre os atletas deverá ser o menor possível.” (Orientação Nº 030/2020, pp. 4-5)
 
Assim, em contexto de competição, a FPR assegurará a plena conformidade e cumprimento desta e demais orientações, normas, circulares e informações emanadas pela DGS e ainda as resoluções publicadas pelo Governo, por forma a garantir todas as condições de segurança e saúde pública. Reconhecendo-se a autonomia jurídica, administrativa e operacional de cada clube, caberá a cada um e às respetivas direções tomar todas as decisões em contexto de treino, seja em barcos individuais seja em barcos coletivos, seja em terra ou na água. Não obstante, em contexto de treino e de competição em barcos coletivos, a FPR recomenda:

  • As tripulações devem manter sempre que possível os mesmos elementos;
  • As tripulações devem treinar e competir sempre que possível nos mesmos barcos;
  • Os clubes devem elaborar diários de bordo das tripulações em treino conjunto para que, em caso de infeção, seja possível rastrear as pessoas expostas ao vírus;
  • Nos barcos coletivos, os timoneiros devem usar máscara e/ou viseira durante toda a sessão de treino e prova;
  • Nos barcos coletivos, os remadores estão dispensados de usar máscara exclusivamente durante a sessão de treino e prova;
  • Todos os elementos das várias tripulações devem usar sempre máscara nos hangares e nos pontões de acesso à água;
  • As embarcações, acessórios e outros equipamentos devem ser limpos e desinfetados depois de cada sessão de treino e prova.
 
As recomendações acima mencionadas são válidas para o presente momento e estão sujeitas a revisão caso a situação epidemiológica no país e nas diferentes áreas regionais se altere, condicionando o nível de risco associado à prática da modalidade.
 
Tal como antes, a FPR continua a reforçar entre todos os associados e agentes desportivos a necessidade de manter a vigilância e o cumprimento das medidas básicas para prevenção da transmissão do vírus SARS-CoV-2, recomendadas pela DGS:

  • Distanciamento entre pessoas;
  • Utilização de equipamentos de proteção;
  • Higiene pessoal, nomeadamente a lavagem das mãos e etiqueta respiratória;
  • Higiene ambiental, como a limpeza e desinfeção;
  • Automonitorização de sintomas, com abstenção do trabalho caso surjam sintomas sugestivos de COVID-19.

  
Em caso de qualquer dúvida, a FPR mantem a sua disponibilidade para todos os esclarecimentos necessários.

Contactos
Doca de Stº. Amaro
1350-353 Lisboa
Portugal

geral@fpremo.pt

213 929 840

213 929 849

Atendimento ao público:
9:30h-13:00h | 14:30h-17:30h
Patrocinador Principal
Parceiros Institucionais